TSE cassa registro de vereadora do PSL envolvida com “rachadinha”

0
81
Visualizados

O Tribunal Superior Eleitoral, em Plenário Virtual, definiu que a prática conhecida como “rachadinha” configura enriquecimento ilícito e dano ao patrimônio público. Com isso, a Corte, por unanimidade, cassou o registro da ex-vereadora de São Paulo Maria Helena Pereira Fontes, do PSL, que em 2020 tentava reeleição para o mesmo cargo.

Deixe seu comentário

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui