Primeiro ministro da Itália não aperta a mão de Bolsonaro no G20

0
60
visualizações

Na cerimônia de abertura do G20 neste sábado (30), em Roma, o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, cumprimentou muitos chefes de Estado e de governo com um aperto de mão. Porém, o anfitrião evitou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O distanciamento entre os dois líderes chamou a atenção da imprensa italiana, que destacou que o dirigente brasileiro afirmou categoricamente que “não vai se vacinar contra a covid-19”. Os jornais italianos também se surpreenderam com o aperto de mão nada óbvio entre o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan e Draghi. Em abril, o premiê definiu o líder turco como “um ditador”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui