Pesquisa eleitoral mostra Lula com 46%, Bolsonaro 23% e Moro 10%

0
380
visualizações

Foram entrevistadas 2.037 pessoas presencialmente entre os dias 2 e 5 de dezembro; a margem de erro é de 2 pontos percentuais

A pesquisa Quaest/Genial de intenção de voto para o primeiro turno das eleições presidenciais de 2022 divulgada nesta quarta-feira (8) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) liderando com 46%, contra 23% do atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), em um dos cenários com maior número de concorrentes.

Na briga pela terceira posição, Sergio Moro (Podemos) aparece à frente de Ciro Gomes (PDT), com 10% das intenções de voto. Ciro tem 5%. João Doria (PSDB) aparece com 2% e Rodrigo Pacheco (PSD), com 1%, assim como Felipe d’Avila (Novo). Confira os números dos pré-candidatos em cada cenário.

1º turno

Veja a intenção de voto estimulada para Presidência da República em diferentes cenários.

Cenário com Lula, Bolsonaro, Moro, Ciro, Doria, Pacheco e d’Avila

  • Lula: 46%
  • Bolsonaro: 23%
  • Moro: 10%
  • Ciro: 5%
  • Doria: 2%
  • Pacheco: 1%
  • d’Avila: 1%

Cenário com Lula, Bolsonaro, Moro e Ciro; sem Doria, Pacheco e d’Avila

  • Lula: 47%
  • Bolsonaro: 24%
  • Moro: 11%
  • Ciro: 7%

Cenário com Lula, Bolsonaro, Ciro e Pacheco; sem Moro, Doria e d’Avila

  • Lula: 48%
  • Bolsonaro: 27%
  • Ciro: 8%
  • Pacheco: 2%

Cenário com Lula, Bolsonaro, Ciro e Doria; sem Moro, Pacheco e d’Avila

  • Lula: 47%
  • Bolsonaro: 27%
  • Ciro: 7%
  • Doria: 5%

2º turno

Veja a intenção de voto estimulada para Presidência da República em diferentes cenários.

Cenário com Lula e Bolsonaro

  • Lula: 55%
  • Bolsonaro: 31%

Cenário com Lula e Moro

  • Lula: 53%
  • Moro: 29%

Cenário com Lula e Ciro

  • Lula: 54%
  • Ciro: 21%

Cenário com Lula e Doria

  • Lula: 57%
  • Doria: 14%

Cenário com Lula e Pacheco

  • Lula: 58%
  • Pacheco: 13%

Cenário com Moro e Bolsonaro

  • Moro: 34%
  • Bolsonaro: 31%

Cenário com Ciro e Bolsonaro

  • Ciro: 39%
  • Bolsonaro: 34%

Aprovação do governo Bolsonaro

Bolsonaro conseguiu frear a queda na popularidade com aumento da aprovação do governo entre dois públicos principais, os mais pobres, que recebem até dois salários mínimos, e os evangélicos.

  • Negativo: 50%
  • Regular: 26%
  • Positivo:  21%

O índice mais alto de reprodução de Bolsonaro está na região Nordeste, onde 61% dos eleitores têm uma avaliação negativa do governo.

As maiores aprovações estão nas regiões Sul e Centro-Oeste, com 26% dos entrevistados avaliando positivamente o governo Bolsonaro.

CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui