Paulo Guedes cria pânico ao dizer que o Brasil vai atravessar as crises da mesma forma que o governo enfrentou a pandemia

0
207
visualizações
Foto: Sérgio Lima / Poder360

O ministro da economia Paulo Guedes disse em discurso para empresários em evento da Associação Comercial e Empresarial (Acim) de Maringá, no Paraná, que “vamos atravessar essas crises da mesma forma que passamos a pandemia”.

O Ministro pelo jeito ainda não entendeu o quanto foi a gravidade da pandemia, que ainda mata muitas pessoas ao fazer a comparação.

Ao se referir a pandemia Guedes insinua que o governo foi eficaz no combate a doença, mas os números são reveladores, mais de 662 mil mortos, sendo que muitas mortes poderiam ser evitadas se o governo fosse mais eficaz e tivesse mais seriedade na organização de combate ao vírus.

O Ministro da economia deve ter esquecido ou simplesmente não sabia que o Brasil ficou sem ministro da saúde por meses em plena pandemia e o governo insistindo no tratamento precoce com medicamentos sem nenhuma eficácia comprovada.

É com negacionismo que Guedes quer resolver o drama econômico que as pessoas estão vivendo no país? Ou apenas está fazendo campanha eleitoral apostando na memoria fraca das pessoas?

Números de mortes de alguns países com população semelhante ao Brasil:

Indonésia -> População 270 milhões -> Mortes por COVID-19 = 156.000
Paquistão -> População 216 milhões -> Mortes por COVID-19 = 30.362
Nigéria -> População 201 milhões -> Mortes por COVID-19 = 3.142
Bangladesh -> População 163 milhões -> Mortes por COVID-19 = 29.124
Brasil -> População 211 milhões -> Mortes por COVID-19 = 662.000

Como podemos perceber países que são até mais pobres que o Brasil com uma população parecida tiveram mais exito no combate a pandemia global.

O ministro da economia Paulo Guedes poderia escolher outro dado para comparar o que ele deseja de desempenho na economia para o Brasil, pois como podemos perceber em números alarmantes a eficácia no combate a pandemia no Brasil foi péssima.
Marco Murilo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui