Os pequenos gestos no dia a dia ajudam muito o meio ambiente

0
235
visualizações
Foto: Shutterstock / Sport Life

Há muito tempo tem se falado sobre a importância de hábitos sustentáveis e conscientes a fim de evitar ou pelo menos retardar a degradação do meio ambiente, que já vem refletindo as consequências das más atitudes do ser humano. Portanto, cada dia mais torna-se impossível não alertar a necessidade da mudança dos nossos estilos de vida e passar a colocá-la em prática.

Para isto, um dos primeiros passos é entender os impactos das atividades humanas individuais sob o meio ambiente. O biólogo Leandro Tavares Azevedo, professor de Ecologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, aconselha o uso de calculadoras para mensurar individualmente como simples atos como, tomar uma xícara de café, comer carne ou até adquirir um novo celular podem influenciar na emissão de carbono e na crise hídrica. “A fabricação de um celular demanda muita água em sua produção, a chamada água virtual. Comer muita carne ou até mesmo jogar comida fora trazem muitos impactos negativos ao meio ambiente”, explica o professor.

Para alertar o porquê devemos dar atenção a atitudes como as citadas anteriormente, Azevedo usa os dados do Dia da Sobrecarga da Terra (Earth Overshoot Day), calendário ilustrativo que calcula a data em que o consumo de recursos para a humanidade excederá a capacidade disponível na Terra. O ecologista explica ainda que “Neste ano será dia 29 de julho. Isso significa que a partir desse dia estaremos consumindo mais recursos que o planeta suporta para o ano. Fazendo um paralelo, isso quer dizer que você tem recursos para sobreviver até o final de julho, a partir disso você entra no cheque especial, e aí uma hora a conta chega, e com juros”.

:: Amazon Cosmeticos - Até 25% off em Beleza ::

Para ajudar o meio ambiente e implementar atitudes sustentáveis à rotina é preciso começar aos poucos até que atos como, separar o lixo reciclável e economizar energia se tornem um hábito. Vale pensar também na produção daquilo que consumimos e procurar informações para saber se o produto foi feito com responsabilidade social e ambiental, e se não estamos fomentando trabalho desumano ou escravo, e de degradação ambiental. “Ao comprar algo é como se disséssemos ao mundo que concordamos com os meios de produção daquele produto. Então cada real “investido” com sua compra é como se você dissesse que quer que o mundo tenha mais esses processos de produção”, acrescenta.

Azevedo cita que para uma contribuição maior com o meio ambiente, trocar o carro por transporte público e bicicleta, planejar a alimentação diminuindo o consumo de carne e investir nos produtos certos são ótimas opções. Ele acredita que tudo pode ser resumido em um consumo consciente. “Reveja tanto a sua necessidade de compra quanto a cadeia produtiva em que este produto é manufaturado. Pesquise e dê preferência à compra de produtos sustentáveis, orgânicos e mais eficientes no consumo de energia. Há muitas formas de contribuir para uma sociedade mais sustentável, basta entender que é possível reverter a atual situação”.
Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui