Novo ministro criticou licença maternidade de 6 meses dizendo que mulheres faltam mais ao trabalho

0
130
visualizações
Ministro Adolfo Sachsida criticou licença maternidade de 6 meses
Foto: Reprodução

Em uma série de vídeos que circulam nas redes sociais, o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, aparece criticando a licença maternidade de 6 meses, que seria algo “criminoso” contra a mulher e afirmando que mulheres faltam mais ao trabalho para ir ao médico.

Em um dos vídeos, Sachsida diz que a legislação que garante a licença maternidade “diz” ao empresário para não promover mulheres no ambiente de trabalho.

“Eu, por exemplo, sou contra a licença maternidade de seis meses, isso pra mim é criminoso contra a mulher. Você dar uma licença maternidade de 6 meses para mulher é mais ou menos como você chegar para um empresário e falar: não promova uma mulher. Isso porque se ela engravidar, vai ficar 6 meses fora da empresa”, afirmou o ministro.
*Com informações do Yahoo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui