MPF denuncia Ronnie e Elaine Lessa pela importação ilegal de peças para fuzis AR-15

0
85
visualizações
Foto: Folhapress / José Lucena/TheNews2

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou denúncia à 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro contra o ex-policial militar Ronnie Lessa e sua esposa Elaine Pereira Figueiredo Lessa pela importação ilegal de peças para fuzis AR-15.Segundo a denúncia à qual a Sputnik Brasil teve acesso, o casal tentou encomendar 16 quebra-chamas novos para fuzis AR-15 de calibre 5,56x45mm ou similares. A carga foi apreendida em fevereiro de 2017 no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Os itens vieram de Hong Kong, na China, e são de uso controlado pelo Exército.Segundo o MPF, o casal usou uma empresa de fachada para receber as peças de armamento, mas não há dúvida de que foram eles os responsáveis pela entrada dos objetos no Brasil. A denúncia resulta de uma investigação da Polícia Federal (PF).Os artefatos seriam entregues em uma academia em Rio das Pedras da qual o casal era sócio, mas o destino era um apartamento do ex-PM em Jacarepaguá onde ele guardava e montava as armas. O MPF pede que os quebra-chamas apreendidos sejam enviados para o Exército Brasileiro.

Ronnie e Elaine Lessa estão atualmente presos e respondem a um processo por tráfico internacional de armas, acessórios e munição. Ronnie aguarda julgamento pela acusação de ter assassinado a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em março de 2018. Já Elaine está presa desde julho do ano passado, acusada de tráfico internacional de armas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui