MP de Goiás investigará abordagem policial truculenta a youtuber por suspeita de racismo

0
230
Visualizados
MP investigará o caso; PM disse que apura o caso Foto: Reprodução

PMs apontaram arma e algemaram YouTuber que gravava manobras de bicicleta em parque público de Cidade Ocidental, no interior do estado.

O Ministério Público de Goiás vai investigar a abordagem de dois policiais militares em Cidade Ocidental, no interior do estado, que algemaram e prenderam um jovem negro que gravava manobras com uma bicicleta em um parque público.

O vídeo da abordagem foi publicado na sexta-feira (28) nas redes sociais e mostra o momento em que os policiais apontam uma arma para o ciclista sem informar o motivo. 

As imagens foram compartilhadas por milhares de perfis nas redes sociais, incluindo influenciadores, artistas e professores universitários, como Daniela Mercury, Felipe Neto e Silvio Almeida. Nos comentários, foram feitas comparações a casos de racismo e abordagem policial violenta no Brasil e outros países.

O caso foi gravado pelo próprio celular do ciclista, Filipe Ferreira, que filmava manobras de bicicleta para o canal que mantém no YouTube. Nas imagens, ele é parado pelos policiais, que descem de uma viatura. Um deles diz: “Desce da bike aí”.

O jovem pergunta o motivo. Um dos PMs responde, que é “porque eu ‘tô’ mandando” e, então, aponta uma arma e manda que o rapaz coloque a mão na cabeça. Na sequência, Filipe mais uma vez pergunta a razão da abordagem, enquanto o PM repete “coloca a mão na cabeça” e, depois, o outro diz “isso é uma abordagem”. 

Um dos policiais então afirma que o rapaz será preso se não obedecer, momento em que o jovem vira para o celular e fala: “Olha como eles estão me tratando”.

Os policiais insistem, enquanto o jovem questiona: “Para que me tratar desse jeito enquanto eu ‘tô’ filmando aqui o meu rolê?”. Ele pede para o policial parar de apontar a arma, mas o PM responde mais uma vez para que coloque a mão na cabeça. O jovem, então, tira a camisa para mostrar que não está escondendo algum objeto e fala: “Só ‘tô’ dando o meu rolê, de bike”.

Ele, então, é ordenado a virar de costas. Quando questiona o motivo de ser algemado, um dos PMs afirma: “E resiste para você ver o que vai acontecer contigo”.

A CNN tentou falar com o jovem que publicou o vídeo, mas ainda não obteve retorno. A assessoria de imprensa da PM disse que está apurando o caso para dar um posicionamento.

Por telefone, o comandante da PM de Cidade Ocidental adiantou que esse tipo de abordagem é comum na região justamente por ser um parque frequentado por muitas famílias. Ele disse ainda que um Termo Circunstanciado de Ocorrência foi registrado. O caso foi encaminhado por uma das promotorias do MP para investigação.
CNN

Deixe seu comentário

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui