Liverpool se recusa a liberar Salah para jogos das Eliminatórias

0
81
Visualizados
Foto: Reuters/Russell Cheyne

O Liverpool se recusou a permitir que o atacante Mohamed Salah viaje para a África para as Eliminatórias da Copa do Mundo com a seleção do Egito no mês que vem, pois ele seria forçado a cumprir um período de quarentena em seu retorno à Inglaterra, afirmou a Associação Egípcia de Futebol (AEF) nesta segunda-feira (23).

Isso abre um precedente para recusas semelhantes de outros clubes europeus antes das Eliminatórias para a Copa no mês que vem na África, na Ásia, na região do Caribe e América do Norte, na Europa e na América do Sul, e coloca os times em uma potencial rota de colisão com a Fifa.

Uma declaração da AEF diz que o Liverpool havia pedido desculpas por não permitir que o capitão da seleção egípcia viajasse para casa para a disputa da partida contra Angola, no Cairo no dia 2 de setembro, com uma viagem para o Gabão três dias depois.

“A Associação Egípcia de Futebol recebeu uma carta do Liverpool pedindo desculpas pela impossibilidade de seu jogador Mohamed Salah se juntar à seleção nacional no mês que vem para as Eliminatórias africanas para a Copa do Mundo”, diz o comunicado da AEF.

“A carta do clube inglês se refere a medidas de precaução aplicadas na Inglaterra para enfrentar a propagação do novo coronavírus [covid-19], o que força pessoas voltando de alguns países a cumprirem períodos de isolamento sanitário por um período de 10 dias após o retorno à Inglaterra”, acrescentou a nota.
Agência Brasil

Deixe seu comentário

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui