“Hackers” selecionados pelo TSE vão testar segurança de urnas eletrônicas

0
44
visualizações

Especialistas devem encontrar pontos para melhoramento antes das eleições de 2022.

Faltando 11 meses para as eleições de 2022, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) selecionou ‘hackers’ para testar a segurança das urnas eletrônicas. Foram 29 propostas de especialistas em tecnologia e segurança da informação que devem fortalecer o sistema eleitoral brasileiro.

:: Amazon Cosmeticos - Até 25% off em Beleza ::

Conforme o Metrópoles, são dez investigadores individuais e cinco grupos foram aprovados para participarem do TPS (Teste Público de Segurança) do Sistema Eletrônico de Votação. Assim, os especialistas devem procurar fragilidades nos softwares e hardwares das urnas eletrônicas e equipamentos relacionados.

Para isso, vão tentar invadir o sistema e identificar problemas que possam ser melhorados antes das votações de 2022.

:: Amazon Cosmeticos - Até 25% off em Beleza ::

Os especialistas também devem checar se é possível violar o sigilo do voto na urna eletrônica. Por fim, o Metrópoles afirma que os ‘hackers’ ainda vão analisar a decodificação de sinais eletromagnéticos a distância.
Mídia Max

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui