Deputado Daniel Silveira é condenado a 8 anos de prisão por ataques à democracia

0
82
visualizações
Daniel Silveira foi condenado pelo STF a oito anos e nove meses em regime fechado. Foto: Divulgação

A condenação estipulada prevê regime fechado, perda do mandato e dos direitos políticos. O Deputado bolsonarista ameaçou ministros do STF e pregou fechamento do tribunal.

Antes do julgamento começar Daniel Silveira xingou publicamente o Ministro Alexandre de Moras e seu advogado de defesa atrasou o início do jugamento em 1 hora por não apresentar a carteira de vacinação para entrar no prédio do STF (supremo Tribunal Feederal).

O deputado bolsonarista Daniel Silveira foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo STF por fazer ataques à democracia.

Dos 11 ministros, 10 votaram pela condenação e só Nunes Marques defendeu a absolvição.

9 ministros votaram pela pena de 8 anos e 9 meses, definida pelo relator Alexandre de Moraes.

André Mendonça, que foi ministro de Bolsonaro, votou pela condenação, mas propôs 2 anos e 4 meses de prisão e foi derrotado.

A condenação de Daniel Silveira prevê regime fechado, perda do mandato e dos direitos políticos, o que torna o deputado inelegível.

Além da pena de 8 anos e 9 meses em regime fechado, Moraes também estabeleceu perda do mandato e dos direitos políticos e multa de R$ 212 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui