DEPAC registra entrada de 1.630 presos e mais de 6.800 boletins de ocorrência no primeiro trimestre

0
69
visualizações
DEPAC em Campo Grande - MS, Foto: Polícia Civil de MS

A Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário de Campo Grande, através de suas duas unidades – DEPAC CENTRO e DEPAC CEPOL, contabilizou no primeiro trimestre de 2022, a entrada de 1.630 pessoas detidas e presas, decorrentes de prisões em flagrante, mandados de prisão e infrações de menor potencial ofensivo, bem como o registro de 6.891 boletins de ocorrência presenciais em suas unidades, conforme dados extraídos do SIGO.

Na DEPAC CENTRO foram 293 pessoas autuadas em flagrante delito, 200 mandados de prisão cumpridos, e 316 pessoas compromissadas a comparecer junto ao Juizado Especial Criminal. No total foram registrados 4.766 boletins de ocorrências presenciais, dos mais variados crimes, dentre furtos, roubos, receptação, crimes contra a honra, da população que necessita e procura a Polícia Civil.  

Já na DEPAC CEPOL foram 264 pessoas autuadas em flagrante delito, 181 mandados de prisão cumpridos, 33 adolescentes apreendidos em flagrante e por mandados de apreensão, além de 276 pessoas compromissadas a comparecer junto ao Juizado Especial Criminal e 67 adolescentes compromissados junto a Vara da Infância e Juventude. No total foram registrados 2.125 boletins de ocorrências presenciais.

A DEPAC é a responsável pela execução de grande parte da tarefa de atendimento da população da Capital, hoje estimada em aproximadamente 900.000 (novecentos mil) habitantes, através de plantão ininterrupto (24 horas por dia, 7 dias da semana) em suas duas) unidades (DEPAC CENTRO e DEPAC CEPOL), realizando orientações gerais à população (superando, em muito, o número de ocorrências registradas), lavratura de boletins de ocorrência e demais peças daí advindas, além do atendimento às demais forças policiais, realizando autos de prisão em flagrante delito e de apreensão de adolescentes infratores, oitivas, cumprimento de mandado de prisão e atendimento a locais de crime para realização de exame pericial e investigação preliminar.

A DEPAC também conta com uma equipe de remoção de presos, responsável pela realização da escolta de presos em flagrante delito das DEPACs até o Fórum de Campo Grande/MS, para realização das audiências de custódia, bem como pela remoção de presos oriundos de mandados de prisão até os Presídios de Campo Grande, fazendo a devida destinação das pessoas encarceradas.

Segundo o Delegado João Eduardo Davanço, Delegado Titular das DEPACs, as Delegacias de Pronto Atendimento têm como meta o constante e ininterrupto atendimento da população e demais forças policiais no tocante a prestação dos trabalhos de Polícia Judiciária, visando oferecer as devidas condições de atendimento à sociedade sul-mato-grossense.
Carlos Eduardo Orácio
Polícia Civil de Mato Grosso do Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui