Cabeleireira é assassinada por homem que está foragido

A vítima foi baleada na frente dos filhos e o suspeito que se apresentaria na delegacia ‘desapareceu’

0
108
visualizações
Vítima foi assassinada com um tiro na cabeça no último dia 12 de dezembro. Foto: Reprodução Facebook

O suspeito de assassinar a cabeleireira Jackeline Aparecida de Souza Galvão, de 37 anos, segue foragido e agora sem data para se apresentar na Delegacia, mesmo após 20 dias de ter cometido o crime. Ele atirou na cabeça da vítima, no dia 12 de dezembro de 2021, em Nova Alvorada do Sul, município do estado de Mato Grosso do Sul a 120 km da capital Campo Grande – MS.

Logo após o crime, o advogado do suspeito chegou a dizer que seu cliente se apresentaria na delegacia na mesma semana dos fatos, mas a apresentação não aconteceu e mesmo após 20 dias de ter cometido o feminicídio o assassino de Jackeline ainda não se encontra atrás das grades.

O crime

:: Amazon Cosmeticos - Até 25% off em Beleza ::

O crime aconteceu na madrugada do dia 12 de dezembro de 2021. Inicialmente, a suspeita é de que o suposto autor não aceitava o fim do relacionamento com a vítima. Além de atirar em Jackeline, ele ainda teria tentado atirar contra o filho dela, de 10 anos. A filha, de 20 anos, entrou na frente para defender a criança e foi atingida no braço.

Jackeline foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Nas redes sociais, familiares e amigos pedem informações sobre o suspeito, para que ele seja encontrado e preso. “Estou sem chão, você é minha vida, como vou conseguir sem você?”, publicou a filha de Jackeline nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui