Aprenda quanto economizar e formar sua reserva de emergência com a SELIC 12,75%

0
86
visualizações
Foto: Reprodução

Com o aumento da Selic, ficou mais fácil construir uma reserva de emergência, o valor pode mudar de acordo com o custo de vida, a rentabilidade e o tempo investindo pretendido pelo investidor.

Se você sonha em ter a sua independência financeira, comprar sua casa, um carro, viajar ou até mesmo se aposentar mais cedo, sabe que o primeiro passo para concretizar tudo isso é, inevitavelmente, poupar dinheiro e investir.

Mas a verdade é que, mais do que guardar dinheiro para alcançar um objetivo, é necessário que você também faça isso pensando em eventualidades, caso você passe por algum imprevisto.

Ter uma reserva de dinheiro guardada para emergência, pronta para ser resgatada em qualquer momento em uma aplicação que reúna tanto segurança quanto liquidez é essencial para que não seja necessário fazer empréstimos de última hora em bancos e evitar pagar juros altos no futuro por isso.

Para construir sua reserva, muitos caminhos podem ser percorridos: alguns mais longos, outros mais curtos. Isso depende do quanto você está disposto a poupar todos os meses e, é claro, da rentabilidade do investimento em que estará esse dinheiro.

Já te adianto, a poupança não é um bom lugar para deixar seu dinheiro parado para emergências, uma vez que ela rende muito abaixo da taxa Selic, que hoje foi definida pelo Banco Central em 12,75% a.a.

Quando falamos em reserva de emergência, devemos ganhar no mínimo os juros básicos estipulados pelo Banco Central.

Isso porque, existem muitos produtos de renda fixa que pagam a Selic e costumam ter risco tão baixo quanto a poupança. Dessa forma, vale muito mais a pena alocar seu dinheiro nessas condições, já que, em todas as hipóteses, a poupança rende menos do que eles.

Saiba quanto dinheiro você deve poupar para formar uma reserva de emergência com ajuda de calculadora

Para te ajudar na tarefa de saber o quanto você deve poupar e por quanto tempo isso será necessário para construir sua reserva de emergência, nós criamos especialmente para você uma calculadora gratuita capaz de levar em conta os principais fatores necessários para que se crie uma reserva, capaz de te dar o melhor resultado do quanto você deve poupar todo mês para alcançar seu objetivo. 

A calculadora que estamos te dando acesso através deste link conta com seis campos que você deve preencher para que seja possível te orientar a como montar uma reserva de emergência. São eles:

  • Uma média do quanto você costuma gastar, em outras palavras, seu custo de vida;
  • Quantos meses do seu custo de vida sua reserva de emergência deve cobrir, sendo a recomendação de especialistas um valor entre 6 e 12 meses;
  • O valor em dinheiro que você já tem guardado para somar com o que será poupado nos próximos meses;
  • O tempo para construir a sua reserva de emergência. Você pode decidir em quanto tempo quer ter essa reserva pronta. Aqui não estamos nos referindo ao tempo que sua reserva deve cobrir seus gastos (custo de vida), mas sim por quanto tempo você quer guardar dinheiro para formar a sua reserva. Quanto menor o tempo, mais você terá de poupar todos os meses.
  • A taxa Selic. Você deve preencher o rendimento do investimento no qual você irá aplicar seu dinheiro. Recomendamos um que renda no mínimo o equivalente à Selic, definida hoje em 12,75% a.a., e que tenha baixo risco e liquidez diária. 

Pronto. Você terá o resultado do quanto deve poupar todo mês para chegar no valor do objetivo para formar a reserva de emergência. Tudo que você deve fazer a partir disso é aplicar sua grana em um investimento seguro, com liquidez e que renda a taxa Selic. Não perca tempo: baixe agora mesmo sua planilha gratuita:

CALCULADORA GRATUITA DE RESERVA DE EMERGÊNCIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui