Anvisa aprova importação das vacinas Sputnik V e Covaxin

0
123
Visualizados

Agência Reguladora deixou claro, porém, que a aplicação dos imunizantes irá depender de uma série de regras específicas de controle e monitoramento.

A Anvisa aprova os pedidos de importação das vacinas Sputnik V, da Rússia, e a Covaxin, da Índia. 

A Agência Reguladora deixou claro, porém, que a aplicação dos imunizantes irá depender de uma série de regras específicas de controle e monitoramento. https://s.dynad.net/stack/928W5r5IndTfocT3VdUV-AB8UVlc0JbnGWyFZsei5gU.html

No caso da Covaxin, por exemplo, o relator, diretor Alex Machado, limitou a quantidade de doses que podem ser adquiridas.  

O pedido de importação da Covaxin foi feito pelo Ministério da Saúde e o de aquisição da Sputinik V foi feito por 6 Estados: Bahia, Maranhão, Sergipe, Ceará, Pernambuco e Piauí.  

A autorização de uso desses imunizantes no Brasil, a partir de um pedido de importação, é baseada em lei deste ano que permite que as vacinas sejam aplicadas desde que aprovadas por algumas agências reguladoras estrangeiras. 

Isso porque a Covaxin e a Sputinik V não possuem pedido de uso emergencial ou de registro definitivo aprovados pela Anvisa. 

Por isso, as três áreas técnicas da Anvisa recomendaram que sejam adotadas medidas de controle e acompanhamento de aplicação das vacinas em  grupos específicos. 

Ou seja, o uso não será indiscriminado e precisa ser feito a partir de diversas condicionantes.
Bandnews

Deixe seu comentário

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui