Ação contra integrantes do “Novo Cangaço” em Mato Grosso tem 120 militares envolvidos

0
148
Visualizados

Polícia Militar está guiando a operação contra ação criminosa, que utilizou reféns como escudo humano.

O Comando da Polícia Militar de Mato Grosso acionou, na manhã desta sexta-feira (4/5),  120 militares para atuar durante dois assaltos a banco, que aconteceram simultaneamente, em Nova Bandeirantes (MT).

As agências bancárias foram atacadas por assaltantes armados, que fizeram funcionários e clientes de reféns e escudos humanos. A Polícia Civil suspeita que o grupo atue na modalidade “Novo Cangaço”.

O termo utilizado, que surgiu no final da década de 1990 e se consolidou nos anos 2000, faz referência à violenta onda que invadiu o sertão nordestino entre os séculos XVIII e XX. Assim, a expressão se associou às ações de grupos ambulantes que executa roubos a instituições financeiras e atacam quartéis policiais de cidades pequenas e médias.

De acordo com a Polícia Militar, agentes de três Comandos Regionais, equipes de Força Tática, uma aeronave do Ciopaer e uma equipe do Bope foram mobilizados.
Metropoles

Deixe seu comentário

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui